Carta de Apresentação

 

Caras Famílias, bem vindas ao novo ano letivo!

Bem Vindos a “O Melhor de Nós”, lema do nosso projeto educativo.

Este ano continuamos a investir no desenvolvimento do bem estar físico, emocional e mental dos nossos juniores. Continuamos a acreditar que a educação deve ser encarada de forma global e integrada e que nesse sentido o percurso académico deve ser acompanhado por um desenvolvimento harmonioso e integral que faça dos juniores pessoas completas e equilibradas.

Por isso, procuramos que cada um possa conhecer-se e descobrir-se na interação com os outros, compreendendo que nada se constrói sozinho e que por isso é importante aprender a conviver com outros, num ambiente saudável e facilitador de uma comunicação positiva. Acreditamos que conhecer-se implica também situar-se num contexto mais alargado, no mundo em que cada um vive, que vai desde o seu bairro, à sua cidade, país, mundo, aprendendo a olhar os outros, as realidades, sentindo-se um elemento participativo, capaz de colaborar e construir novas realidades com um espírito solidário.

Nesse sentido, o projeto que apresentamos constitui-se como uma estratégia educativa tendo como objetivo o fortalecimento da autoestima e a construção de um espírito solidário e de participação social em cada um dos juniores.

A metodologia que se propõe assenta numa perspetiva e colaboração e de envolvimento do junior e da sua família, tornando-os protagonistas do processo educativo. Para tal, aposta-se numa intervenção concertada entre o acompanhamento individual, pela importância que o estabelecimento de relação assume em qualquer intervenção e o trabalho de grupo, pelo seu poder enquanto catalisador de mudança e por encorajar o contacto social.

 

São três os eixos através dos quais se desenvolve o projeto: a formação pessoal e social, a orientação escolar e vocacional e as atividades saudáveis de tempo livre.

 

  • Atividades de Formação Pessoal e Social

O programa apresenta estratégias, muitas vezes lúdicas, para desenvolver comportamentos assertivos, para fortalecer o sentido de pertença a um grupo, para ajudar a desenvolver atitudes livres e saudáveis. As três temáticas que de seguida apresentamos devem constar de qualquer planeamento, pois desenvolvem no grupo os pré-requisitos necessários à participação coletiva e à criação de vínculos.

 

  • Orientação Escolar e Vocacional

O espaço do estudo será fomentado como uma estratégia de concretização do projeto de vida. Acreditamos que o desenvolvimento de competências é o que permitirá um processo de aprendizagem saudável. Assim, pretende-se realizar os trabalhos de casa, mas sobretudo transmitir metodologias de organização e acompanhamento ao estudo através da gestão de objetivos. Neste espaço e tempo pretende-se criar um ambiente saudável e promotor da concentração e do estudo, através:

A Sala de Estudo – é orientada pelo animador do grupo, permitindo: a definição de objetivos de estudo diários; a implementação de materiais e instrumentos de estudo; tempo para realização dos trabalhos de casa e de estudo

Os Grupos de Estudo – Proporcionam estudo acompanhado com voluntários por áreas disciplinares, podendo esclarecer-se dúvidas e ter apoio na realização de trabalhos de casa

Os Apoios Individuais – apoios individuais em disciplinas específicas, asseguradas por voluntários.

Pretende-se ainda promover atividades que sejam orientadores de diferentes escolhas e possibilidades profissionais, a partir do reconhecimento das aptidões e interesses individuais e de um maior conhecimento das áreas profissionais existentes.

 

  • Atividades de Tempos Livres

As Atividades de Tempos Livres são desenvolvidas semanalmente e pretende-se que de forma criativa e dinâmica, o grupo trabalhe, se expresse e se comprometa em tarefas comuns. Devem ser um auxílio no desenvolvimento da cooperação, sensibilidade, confiança e interdependência. Neste sentido são atividades semi estruturadas, como por exemplo os jogos desenvolvidos na sala de convívio (xadrez, pingue-pongue; matraquilhos; etc.) ou outras.

 

Face a dúvidas surgidas no ano transato, esclarecemos os pais que é objetivo das salas de estudo, promover a realização dos tpc’s, trabalhar as diversas disciplinas através da realização de exercícios propostos e promover hábitos e metodologias de estudo, no entanto, as salas de estudo não são equiparadas a “explicações” atendendo a que as mesmas têm cerca de 15 a 20 juniores por grupo.

 

Esclarece-se, ainda, que entendemos que os juniores devem ser responsabilizados pela execução da totalidade dos tpc’s, não sendo função dos animadores do grupo a sua correção embora estejam disponíveis para colaborarem e ajudarem todos os juniores que solicitem. Desta forma os enc. de educação deverão sempre verificar os tpc’s. É também responsabilidade dos juniores trazerem os materiais necessários quer para a execução dos tpc’s, quer para o seu estudo e preparação para os testes.

Tendo em conta a natureza desta atividade, é desaconselhável o uso de telemóvel durante a mesma (9h-10h30 e 14h30 – 16h).

 

Para lá destas atividades e para finalizarmos a semana de uma maneira mais descontraída, haverá o Crazy Day, à 6ªfeira, onde serão desenvolvidas divertidas atividades-surpresa programadas semanalmente.

Teremos também as Semanas Temáticas, nas quais tentaremos privilegiar temas com atividades transversais a todos os grupos (Exº semana da felicidade, da cidadania, da culinária, etc.)

O horário de funcionamento do Clube Júnior depende do horário do seu educando na escola pelo que funcionamos em dois turnos:

Manhã: das 9h às 12h

Tarde: das 14h às 18h30

No turno da manhã é da responsabilidade do enc. de educação deixar o seu educando nas instalações do CSPCG a partir das 9h, sendo o acompanhamento do trajeto para a escola Eugénio dos Santos assegurado pelo Clube Júnior e realizado às 12h.

No turno da tarde os animadores do Clube Júnior estarão ao portão da escola pelas 14h para assegurar o acompanhamento do trajeto entre a Escola Eugénio dos Santos e o CSPCG, devendo o enc. de educação recolher o seu educando até às 18h30.

Nestes horários o trajeto é feito a pé, de forma a desenvolver a sua autonomia e a segurança rodoviária, sendo as mochilas transportadas pela nossa carrinha. Para além destes horários poderá o Clube Júnior assegurar o transporte às 15h ou 16h, sempre que o número de juniores interessados o justifique, existindo um pagamento extra.

Sempre que o seu educando falte, solicitamos que o enc. de educação informe a responsável do Clube Júnior.

Poderá solicitar qualquer esclarecimento adicional através do mail: nucleo.junior@cspcg.pt.

Visite-nos em https://www.igrejacampogrande.pt/aisp/